Louro que parece natural está em alta; veja dicas do hair sytlist Julio Crepaldi

Por Nathalia Salvado
25/11/2016

IMG_0412

Crédito: Virgula

Você já pensou em ter o cabelo louro, mas não sabe direito o que quer ou que tom escolher? Calma, que a gente te ajuda! O Virgula conversou com o hair stylist e embaixador da Wella Julio Crepaldi para falar sobre tendências, o quanto a pele influencia na escolha da cor ideal e afirma que o louro ainda é o tom mais procurado pelas mulheres em seu salão, na hora de mudar.

“As mulheres gostam mais do louro, sim, com certeza. O louro continua sendo o cabelo mais procurado. Porém, a gente também tem questão da mulher prática, que não quer tanta manutenção, que não tem tempo. Porque demora, você passa sete, oito horas no salão. Então, essas pessoas fazem a opção de ter um louro parcial, por exemplo. Fazem uma raiz levemente escura, pontua algumas mechas loiras em partes do cabelo, principalmente, na parte frontal, que daí ela consegue segurar isso uns quatro meses, sem precisar dar manutenção”, contou Crepaldi.

Em tempos de cabelos ultra-coloridos, Julio acredita que a tendência é que as pessoas procurem cada vez mais ter um aspecto natural e verdadeiro, por mais que a cor escolhida não seja exatamente aquela que nasceu com você. “Hoje, mais do que nunca, a gente está numa pegada muito natural. Então, o natural que eu falo é assim. Eu olho para você e falo que esse louro está natural para você. Eu olho para pessoa e mesmo sabendo que foi quimicamente feito, está tão natural que parece que é seu, vestiu para a pessoa. Não ficou como se ela tivesse colocado uma peruca”, opinou.

“Acredito em trabalhos que dão esse aspecto de mais naturalidade, que dão uma transição de uma cor para outra, de uma raiz, de um fundo mais natural, que transita de uma cor para outra de uma forma muito agradável para os olhos, que não fique nada extremamente marcado como mechas, coisas assim, muito definidas. Acho que tanto o corte sem muita definição no comprimento e linhas muito geométricas, tanto no styling em movimentos mais naturais. Essa questão orgânica agrada melhor aos olhos. Não que eu seja contra (o cabelo ultra-colorido), mas eu acho que é muito mais fácil para mulher combinar no dia a dia com tudo”, explicou.

Reprodução/Instagram/@juliocrepaldihair

Reprodução/Instagram/@juliocrepaldihair

Pele

Julio Crepaldi diz que, na hora de escolher o tom de louro ideal, é necessário se atentar ao tom de pele. “Quando a gente fala de loiro, o conjunto tem que ser avaliado. Por exemplo, em uma mulher alta, muito alta, que tenha um rosto muito bonito e que ela já chame a atenção naturalmente, essa mulher com um cabelo louro vai chamar muito mais atenção. Tem casos que é legal você usar isso de sutileza”, disse.

“Dá para ser usado o louro, mas o louro mais frio, sem muita intensidade de cor. Em geral, o louro que pega melhor para a mulher é um louro médio, na altura de um 7 ou 8 tons no máximo, para mulher brasileira. A gente tira algumas exceções para aquelas com a pele mais rosada, mais clarinha, que dá para usar um loiro mais claro, na altura de um 9 ou 10. Mas a gente não tem muita pele no Brasil para usar um louro ultrablonde, acizentado. Ter louro para ter um cabelo sem vitalidade, não funciona. O conjunto é você estabelecer conceito, no que é corte e é cor, praticidade e vitalidade”, completou.

Louro - Montagem 2

Reprodução/Instagram/@juliocrepaldihair

Louro deixa a mulher mais poderosa?

“As pessoas buscam aceitação, né? A medida que você tem um cabelo lindo, que funcione como um acessório, que chame atenção, que seja bacana, a pessoa se sente mais segura mesmo”, opinou o embaixador da Wella.

“Nós não temos como fugir dessa questão estética. Então, essa questão da luz, ela é fundamental, faz uma diferença. Ele bate uma luz, reflete mais. Tem que ser com cuidado, tem que vestir, realmente, tem que ficar muito bem pra ela e as pessoas notem e falem: tá maravilhoso. A gente vê também muito processo horrível, coisas que dão bem errado, porque quanto mais a gente passa para uma linha agressiva, a linha que divide o bonito e do feio fica mais tênue. Então, leva um tempo para a pessoa vestir isso, se ver dessa forma (poderosa)”, finalizou o hair stylist.

louro repre

Reprodução/Instagram/@juliocrepaldihair

Veja a galeria

Recomendados para você

você tem que ler