Marvel irá punir desenhista que fez referências políticas em edição dos X-Men

Por Itaici Brunetti
10/04/2017

x-men-gold-header

(Foto: reprodução/ quadrinhos)

A Marvel decidiu punir o desenhista indonésio Ardian Syaf por colocar referências de um conflito político e religioso em andamento na Indonésia em uma edição dos X-Men Gold #1, lançada na semana passada nos EUA.

Em uma das ilustrações o número 212 é visto ao fundo em cima de um prédio, e a sigla QS 5:521 é estampada na camiseta do personagem Colossus. Essas referências fazem alusão aos atuais protestos contra Basuki Tjahaja Purnama, governador chinês cristão de Jacarta, conhecido como Ahok.

Confira as ilustrações:

Sem título

(Foto: reprodução)

As referências foram identificadas rapidamente pelos leitores da Indonésia, que expressaram sua raiva contra Syaf pelas redes sociais. O artista postou rapidamente um pedido de desculpas em sua página no Facebook declarando que não era anti-judeu ou cristão. Porém, o post foi excluído horas depois.

Em um comunicado a ComicBook.com, a Marvel disse que a obra será removida de impressões posteriores, versões digitais e livros de bolso. Também confirmou que uma ‘ação disciplinar’ será tomada contra Syaf.

As infos são do Mashable.

Veja a galeria

você tem que ler